FUNDO CONSTITUCIONAL DO CENTRO-OESTE – FCO

fco

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) foi criado pela Lei n.º 7.827, de 27.09.1989, que regulamentou o art. 159, inciso I, alínea “c”, da Constituição Federal, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento econômico e social da Região, mediante a execução de programas de financiamento aos setores produtivos.

Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), por sua vez, foi criado pela Lei Complementar n.º 129, de 08.01.2009, com a finalidade de assegurar recursos para a implantação de projetos de desenvolvimento e a realização de investimentos em infraestrutura, ações e serviços públicos considerados prioritários no Plano Regional de Desenvolvimento do Centro-Oeste.

Os Incentivos e Benefícios Fiscais são instrumentos da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR) que estimulam a formação de capital fixo e social com vistas à geração de emprego e renda.

Beneficiários

Os recursos do FCO são utilizados para promover o desenvolvimento de atividades produtivas nos setores agropecuário, mineral, industrial, agroindustrial, de infraestrutura econômica, turístico, comercial e de serviços da Região Centro-Oeste, podendo ser obtidos por:

  • Pessoas Físicas;
  • Pessoas Jurídicas;
  • Firmas Individuais; e
  • Associações e Cooperativas de Produção.

Como pleitear financiamentos com recursos do FCO

O interessado deve dirigir-se a uma agência de um dos agentes operadores do Fundo, a saber:

  • Banco do Brasil S.A. (BB), para empreendimentos em qualquer município da Região Centro-Oeste;
  • Banco de Brasília (BRB), para empreendimentos localizados no Distrito Federal e nos municípios de Goiás integrantes da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE;
  • Agência de Fomento de Goiás (Goiás Fomento), para empreendimentos localizados no Estado de Goiás; exceto nos municípios Goianos integrantes da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE);
  • Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob), para empreendimentos localizados nos Estados de Goiás (inclusive nos municípios integrantes da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE) e Mato Grosso e no Distrito Federal;
  • Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), para empreendimentos localizados nos Estados de Goiás (inclusive nos municípios integrantes da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno – RIDE), Mato Grosso e Mato Grosso do Sul;
  • Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), para empreendimentos localizados no Estado de Mato Grosso do Sul; e
  • Agência de Fomento de Mato Grosso (MT Fomento), para empreendimentos localizados no Estado de Mato Grosso.

O Banco do Brasil atua com todos os portes de tomadores e as demais instituições atuam com mini, micro, pequenos e pequeno-médios tomadores.

Carta-Consulta

As propostas de financiamento com recursos do FCO devem ser apresentadas:

  • mediante proposta simplificada, nos moldes sugeridos pelos Conselhos de Desenvolvimento do DF e dos Estados de GO, MT e MS (CDE) e acordados com o Agente Financeiro, no caso de financiamento de valor inferior a R$ 100 mil nos Programas do FCO Rural e a R$ 200 mil nos Programas do FCO Empresarial; e
  • mediante carta-consulta a ser entregue na agência bancária, concomitante à apresentação da proposta, e a ser submetida à anuência prévia dos CDE, quando se tratar de financiamento de valor igual ou superior a R$ 100 mil nos Programas do FCO Rural e a R$ 200 mil nos Programas do FCO Empresarial.
 fco_empresarial fco_rural

CRÉDITO PRODUTIVO

PROJETO CRESCER COMPETITIVO

Projeto de fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas do Estado de Goiás, propiciando sustentabilidade das atividades empresarias com foco especial na melhoria da competitividade de mercado.
O Projeto visa capacitar empreendedores para que possam gerir melhor o negócio, contribuindo assim para o desenvolvimento e crescimento das empresas.

Ferramentas Utilizadas:

  • Cursos e oficinas com ênfase na gestão empresarial competitiva;
  • Palestra sobre o financiamento do Credito Produtivo;
  • Orientação ao acesso a empréstimos e financiamentos.

Público Alvo

  • Empresários de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte;
  • Microempreendedores Individuais (MEI);
  • Potenciais Empreendedores que queiram abrir um negócio.

 CRÉDITO PRODUTIVO

É uma linha especial de crédito concedido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento, a empresários e empreendedores devidamente legalizados, que se capacitaram através do curso “Plano de Negócios para Empreendedores”.

Atualmente a taxa de juros é de 0,8% ao mês.

Maiores informações:

GoiásFomento – Agência de Fomento de Goiás S/A
Avenida Goiás, nº 91, Setor Central – CEP 74005-010 – Goiânia – GO
Telefone: (62) 3216-4900 | Fax (62) 3216-4970